Fundos de Capital de Risco – 2º concurso (Açores e Madeira)

IFD-FC&QC-FCR-02/18

Intermediários selecionados

 

Dotação Regional

PO Açores

PO Madeira

TOTAL

PI 3.1

PI 3.2

PI 3.3

PI 3.4

PI 1.b (OE 1)

PI 3.a (OE 1)

PI 3.b (OE 1)

PI 3.c (OE 1)

Portugal Capital Ventures – SCR, S.A.

700.000,00€

972.665,20€

3.890.660,80€

-€

950.763,00€

-€

-€

-€

6.514.089,00€

Quadrantis Capital – Sociedade de Capital de Risco, S.A.

1.219.315,45€

0,03€

0,11€

1.219.315,45€

0,12€

119.185,95€

89.389,45€

208.575,39€

2.855.781,95€

 

 

(em operação)

 

Nome do produto

Linha de Financiamento a Fundos de Capital de Risco –

2º concurso IFD-FC&QC-FCR-02/8

Descrição

O presente procedimento concursal rege-se pelo Código dos Contratos Públicos e destina-se à seleção e financiamento de Fundos de Capital de Risco (FCR), no momento da sua constituição ou sob a forma de reforço de capital, cuja atividade de investimento nas PME terá cofinanciamento do FC&QC, nos termos do Aviso e da Ficha de Produto anexa.

Objetivo / prioridades de investimento

PI 3.1 – PME em fase seed, startup ou early stage que vise a exploração económica de novas ideias, tecnologias e/ou produtos, que não tenha até ao momento do investimento 3 exercícios económicos completos desde a data em que declarou início de atividade e com CAE elegível segundo legislação em vigor.

PI 3.2 – PME maduras com projetos de crescimento, expansão (Second Round) e internacionalização.

PI 3.3 – PME em fase de desenvolvimento (Second Round) de novos produtos e/ou serviços, com foco na inovação e CAE elegível segundo legislação em vigor.

PI 3.4 – PME com projetos de expansão ou modernização, como forma de colmatar as dificuldades inerentes ao quadro territorial específico dos Açores.

PI 1.b (OE 1.b.1) – PME maduras com projetos de crescimento, expansão (Second Round) e internacionalização, que visem a promoção do investimento em inovação e investigação, desenvolvimento de ligações e sinergias entre empresas, centros de I&D e o ensino superior.

PI 3.a (OE 3.a.1) – PME nas fases de criação e de arranque (start-up, seed, early stages) que visem a promoção do espírito empresarial nomeadamente facilitando o apoio à exploração económica de novas ideias e incentivando a criação de novas empresas, inclusive através de viveiros de empresas.

PI 3.b (OE 3.b.1) – PME maduras com projetos de crescimento, expansão (second round) e internacionalização, que visem o desenvolvimento e aplicação de novos modelos empresariais, especialmente no que respeita à internacionalização.

PI 3.c (OE 3.c.1) – PME com projetos de reforço da capacitação empresarial para o desenvolvimento de novos produtos e serviços, ou ainda com inovações ao nível de processos, produtos, organização ou marketing.

Montantes de financiamento

Montante total FEDER contratualizado: 9,4M€

Montante total contratualizado FEDER + Comparticipação Privada: 14M€

Âmbito geográfico

·   Região Autónoma dos Açores e da Madeira

Parceiros de colocação

Fundos de Capital de Risco

· Listagem

Tipo de empresas beneficiárias elegíveis

·   PME incluindo start-ups

·   Idade máxima de atividade: não definido

·   Setores de atividade: Agnóstico

·   Empresas em dificuldade financeira estão excluídas

Tipologia de investimentos em empresas

Mínimo de 70% em instrumentos de capital e quase-capital;

Não são admissíveis operações de consolidação ou reestruturação.

Impacto financeiro nas empresas

No mínimo, 14M€ durante 10 anos

Periodo de investimento

Até 31/12/2021

Listagem de operações aprovadas e efetuadas

Listagem

Procedimento de seleção e colocação

IFD-FC&QC-FCR-02/18

Principais regras aplicaveis

Auxílios de Estado, Fundos Comunitários / PT2020 / RGIC, Lei do Capital de Risco / CMVM

Data de operacionalização

Lançamento do concurso público: março/2020

Contratualização: setembro/2020

Contato

fcqc@ifd.pt

Documentos relevantes do concurso:

Porto, 11 de março de 2020

voltar